Deuteronómio 20

1«Quando tiveres que entrar em guerra contra os teus inimigos e vires uma quantidade de carros e cavalos muito superior à tua, não tenhas medo deles. O SENHOR, teu Deus, está contigo; ele é que te fez sair do Egipto. 2Quando estiver mesmo a começar a batalha, o sacerdote deve aproximar-se para falar ao povo. 3Então diz-lhes: “Escuta Israel, hoje vais entrar em guerra contra os vossos inimigos. Não se acobardem, nem tenham medo; não tremam, nem se perturbem diante deles. 4O SENHOR, vosso Deus, vai ao vosso lado e vai combater contra os vossos inimigos, para vos dar a vitória.” 5Por sua vez, os oficiais falarão também ao povo deste modo: “Se alguém construiu uma casa nova e não a inaugurou volte para sua casa, pois pode morrer na batalha e outro é que a iria inaugurar. 6Se alguém plantou uma vinha e ainda não a vindimou, volte para sua casa, pois pode morrer na batalha e outro é que iria vindimá-la. 7Se alguém está noivo de uma mulher e ainda não casou com ela, volte para sua casa, que pode morrer na batalha e outro é que casaria com ela.” 8Os oficiais voltarão ainda a falar ao povo nestes termos: “Se alguém está com medo ou não sente coragem volte para sua casa, para não fazer perder a coragem também aos colegas.” 9E, depois de assim falarem ao povo, devem escolher os chefes militares que irão comandar o exército. 10Quando te aproximares duma cidade para lhe dares batalha deves primeiro propor-lhe negociações de paz. 11Se os seus habitantes aceitam a paz e te abrem as portas, todos os que lá se encontram serão teus escravos, para trabalhos forçados. 12Mas se não quiserem a paz contigo e oferecerem resistência, então pões cerco à cidade. 13O SENHOR, teu Deus, coloca-a à tua disposição e deves passar todos os seus homens a fio de espada. 14Mas podes ficar com as mulheres, as crianças e os animais, e recolher todos os despojos que nela tiverem ficado. Podes dispor dos despojos do teu inimigo que o SENHOR, teu Deus, te entregou. 15É assim que deves fazer com todas as cidades que estiverem longe da tua terra e que não pertencem a estes povos aqui à volta. 16Mas não deves deixar nada com vida nas cidades destes povos daqui, que o SENHOR te vai dar em propriedade. 17Deves condená-los à destruição completa: os hititas, os amorreus, os cananeus, os perizeus, os heveus e os jebuseus, tal como o SENHOR, teu Deus, te ordenou. 18Isto é um aviso para não aprenderem com eles a praticar aquelas coisas abomináveis que eles fazem em honra dos seus deuses, pois com isso cometeriam um pecado contra o SENHOR, vosso Deus. 19Quando tiveres de pôr cerco a uma cidade durante muito tempo, para a combater e a conquistar, não destruas todas as suas árvores à machadada. É delas que tens de comer, não as cortes. Será que as árvores são como as pessoas, que podem oferecer resistência ao teu cerco? 20Só as árvores que saibas que não dão fruto é que podes cortar, para com elas cercar a cidade que está em guerra convosco, até conseguir que ela se renda.»

will be added

X\