Colossenses 4

1Senhores, procedam com justiça e honestidade para com os vossos escravos. Lembrem-se de que também vocês têm um Senhor no Céu. 2Mantenham-se firmes na oração e não se cansem de dar graças a Deus. 3Orem também por mim, para que o Senhor me dê uma boa oportunidade para pregar a sua mensagem e transmitir o plano que se realiza em Cristo. É por isso que eu estou preso. 4Orem para que eu o dê a conhecer como é a minha obrigação. 5Procedam com prudência em relação aos que não são crentes e aproveitem bem as oportunidades. 6Que a vossa conversação seja sempre agradável e com interesse, sabendo dar a resposta exacta a cada um. 7O nosso querido irmão Tíquico, que tem sido um colaborador fiel e que tem servido o Senhor comigo, vos dará todas as notícias a meu respeito. 8Mandei-o ir ter convosco para vos dizer como tenho passado e para vos levar algum conforto. 9Vai com ele o nosso querido e fiel irmão Onésimo, que é um dos vossos. Eles contarão tudo o que se passa aqui. 10Aristarco, que está preso comigo, manda-vos cumprimentos, assim como Marcos, primo de Barnabé. A respeito de Marcos, já receberam instruções; se ele vos visitar, recebam-no bem. 11Também Jesus, a quem chamam Justo, vos manda cumprimentos. Dos crentes vindos do judaísmo, estes são os únicos que trabalham comigo para o reino de Deus e têm-me encorajado muito. 12Recebam ainda saudades de Epafras, que é um dos vossos e que está ao serviço de Cristo Jesus. Ele tem-se preocupado muito convosco nas suas orações, para que estejam firmes e cumpram com perfeição a vontade de Deus. 13Sou testemunha de quanto Epafras se preocupa convosco e com os que estão nas cidades de Laodiceia e Hierápoles. 14Lucas, o nosso querido médico, e Demas também se recomendam. 15Dêem cumprimentos aos irmãos de Laodiceia, bem como a Ninfa e à igreja que se reúne em casa dela. 16Depois de lerem esta carta enviem-na à igreja de Laodiceia, para lá ser lida também. E procurem que a carta enviada aos de Laodiceia seja lida no vosso meio também. 17E digam isto a Arquipo: «Procura cumprir bem a tarefa que o Senhor te deu.» 18Esta saudação é da minha própria mão: «Saudações de mim, Paulo.» Não se esqueçam de que estou preso. Que a graça de Deus esteja convosco!

will be added

X\