Amós 5

1Ouve, povo de Israel, este cântico fúnebre que eu vou cantar a vosso favor: 2«A virgem de Israel caiu no abismo, nunca mais se levantará! Está por terra, abandonada, e ninguém a levanta.» 3O SENHOR Deus diz: «A cidade de Israel que recrutar mil soldados para a guerra, apenas cem hão-de voltar, e a cidade que recrutar cem, apenas dez hão-de voltar.» 4Assim diz o SENHOR ao povo de Israel: «Procurem-me e hão-de viver! 5Deixem-se de procurar o santuário de Betel, de entrar no de Guilgal e de passar pelo de Bercheba, porque o povo que frequenta Guilgal vai ser exilado, e o que frequenta Betel vai ser reduzido a nada. 6Procurem o SENHOR e hão-de viver! Caso contrário, mostrar-se-á contra os descendentes de José como um fogo que há-de devorar o povo de Betel, e ninguém será capaz de o apagar. 7Ai dos que mudam o direito em veneno e calcam aos pés a justiça. 8O SENHOR fez as constelações de Plêiades e Orion; aquele que muda as trevas em manhã e transforma o dia em noite. Chama pelas águas do mar e espalha-as sobre a terra. O seu nome é: “SENHOR!” 9De repente, ele destrói o homem forte e abate a cidade poderosa. 10Eles odeiam os que lutam pela justiça nos tribunais, e detestam os que procuram dizer toda a verdade. 11Pois bem! Já que impõem as vossas taxas ao pobre e o obrigam a pagar um tributo sobre o trigo, não hão-de habitar as casas de boa pedra que construíram, nem hão-de beber o vinho das boas vinhas que plantaram. 12Pois eu conheço a quantidade dos vossos crimes e dos vossos pecados sem conta. Perseguem o homem justo, exigem resgate, e não deixam que os pobres sejam devidamente julgados nos tribunais. 13Por isso, em tempos tão maus como estes, o homem sensato fica quieto. 14Procurem o bem e não o mal para poderem viver. Só então é que o SENHOR, Deus todo-poderoso estará convosco, como dizem. 15Odeiem o mal, amem o bem, ponham justiça nos tribunais. Talvez que o SENHOR Deus todo-poderoso tenha compaixão do resto dos descendentes de José.» 16Assim fala o SENHOR Deus todo-poderoso: «Vai haver lamentações e gritos de dor em todas as ruas e praças. Até os camponeses vão ser convidados para as lamentações, ao lado dos que são pagos para tal. 17Haverá lamentações em todas as vinhas, porque eu vou passar no vosso meio para os castigar.» Foi o SENHOR quem falou. 18Ai dos que suspiram pelo dia do SENHOR! De que é que serve para vocês o dia do SENHOR, se ele vai ser um dia de trevas e não de luz? 19Vai acontecer-vos como a um homem que foge diante de um leão e encontra um urso; ou como alguém que entra em casa, apoia a mão na parede e é mordido por uma serpente. 20Não acham que o dia do SENHOR vai ser de trevas e não de luz? E que vai ser um dia de escuridão sem claridade? 21«Odeio e desprezo as vossas festas. Não me agradam as vossas cerimónias litúrgicas. 22Ainda que me ofereçam animais em sacrifício ou me tragam outras ofertas, não as aceito. Nem sequer olho para os animais gordos dos vossos sacrifícios. 23Afastem de mim o barulho dos vossos cânticos; não posso ouvir a música das vossas harpas. 24Quero, sim, que a justiça corra como as águas, e aquilo que é recto, como um rio que nunca seca. 25Povo de Israel, porventura me ofereceram sacrifícios e ofertas durante os quarenta anos que vos conduzi pelo deserto? 26Mas levaram em procissão as imagens de Sicut, vosso deus-rei, e Quiun, vosso deus astral, que fabricaram para os adorar. 27Por isso, vou mandar-vos para o exílio, para além das terras de Damasco.» É isto que diz o SENHOR, cujo nome é: Deus todo-poderoso.

will be added

X\