2 Samuel 6

1David reuniu de novo os melhores soldados de Israel, num total de trinta mil homens, 2e pôs-se com todos eles a caminho de Baalá de Judá, para trazer dali a arca da aliança de Deus, que está consagrada ao SENHOR, todo-poderoso, que tem o seu trono sobre os querubins. 3A arca da aliança estava em casa de Abinadab, que ficava numa colina. Puseram-na em cima de um carro de bois novo e levaram-na de lá. Os filhos de Abinadab, chamados Uzá e Aio, guiavam o carro; 4mas Aio ia à frente da arca. 5Entretanto David e todos os israelitas dançavam e cantavam diante do SENHOR ao som da música das harpas, liras, tamborins, sistros, címbalos e outros instrumentos de madeira de pinho. 6Quando chegaram ao lugar conhecido por Eira de Nacon, Uzá estendeu a mão para agarrar a arca da aliança do SENHOR, porque os bois tinham tropeçado. 7Mas o SENHOR encheu-se de fúria contra Uzá e matou-o, por causa da sua irreverência. Uzá caiu morto junto da arca da aliança, 8e ainda hoje aquele lugar é chamado Peres-Uza. David ficou muito perturbado pelo facto de o SENHOR ter abatido Uzá daquele modo e por isso chamou àquele lugar Peres-Uza. 9Por este motivo, David teve medo do SENHOR e exclamou: «Nem pensar em levar a arca da aliança do SENHOR comigo para Sião!» 10Renunciou a levar a arca da aliança do SENHOR para a cidade de David e ordenou que a levassem para casa de Obed-Edom, um homem de Gat. 11A arca da aliança ficou três meses em casa de Obed-Edom e o SENHOR abençoou-o a ele e a toda a sua família. 12Mais tarde, foram dizer ao rei David que o SENHOR tinha abençoado Obed-Edom, toda a sua família e todos os seus bens, por causa da arca da aliança. Então David, cheio de alegria, foi à casa de Obed-Edom buscar a arca da aliança do SENHOR e levá-la para a cidade de David. 13Mal os homens que levavam a arca da aliança tinham dado seis passos, David sacrificou um touro e um vitelo gordo. 14David ia vestido com a insígnia sagrada de linho e dançava com todo o entusiasmo diante do SENHOR. 15E tanto ele como todos os israelitas levaram a arca da aliança do SENHOR entre gritos de alegria e ao som de trombetas. 16Quando a arca estava a chegar à cidade de David, Mical, a filha de Saul, olhou pela janela, viu o rei David a saltar e a dançar diante da arca do SENHOR e sentiu um grande desprezo por ele. 17Levaram a arca e puseram-na no seu lugar, dentro de uma tenda que David tinha mandado erguer para esse fim. Depois David ofereceu ao SENHOR holocaustos e sacrifícios de comunhão. 18Após ter terminado a oferta dos holocaustos e sacrifícios, David abençoou o povo em nome do SENHOR, todo-poderoso. 19Em seguida, mandou distribuir a toda a gente que ali estava, tanto homens como mulheres, um pão, um bolo de tâmaras e outro de uvas. Finalmente, as pessoas regressaram a suas casas. 20Também David regressou a casa para saudar a sua família. Mical, a filha de Saul, veio ao seu encontro para o receber e disse-lhe: «Que triste figura fez hoje o rei de Israel, mostrando-se meio nu diante das escravas dos seus criados, como se fosse um desavergonhado qualquer!» 21Mas David respondeu-lhe: «É verdade que eu dancei, mas foi para louvar o SENHOR, que me escolheu em vez do teu pai e de toda a tua família, para ser o chefe do seu povo de Israel. 22E ainda me humilharei mais e rebaixarei, como tu dizes. Mas serei honrado por essas mesmas escravas de que tu falas.» 23E Mical não teve filhos em toda a sua vida.

will be added

X\