2 Samuel 20

1Encontrava-se lá um homem muito mau, chamado Cheba, filho de Bicri, da tribo de Benjamim. Ele tocou a trombeta e gritou: «Nada temos a ver com David, nada temos de comum com este filho de Jessé! Ó israelitas, voltem para vossa casa!» 2Então os israelitas abandonaram David para seguirem Cheba, filho de Bicri. Só os judeus ficaram com o seu rei, para o acompanharem desde o Jordão até Jerusalém. 3Logo que David entrou no seu palácio, em Jerusalém, mandou chamar as dez concubinas que lá tinha deixado a tomar conta do palácio. Fechou-as no seu harém, provendo sempre à sua alimentação, sem nunca mais ter relações com elas. E assim ficaram enclausuradas, vivendo como viúvas até à morte. 4Depois disto, o rei disse a Amassá: «Dou-te três dias para mobilizares o exército de Judá e para te apresentares aqui com ele.» 5Amassá foi cumprir esta ordem, mas demorou-se mais do que o prazo estabelecido pelo rei. 6Então David disse a Abisai: «Presentemente, Cheba é mais perigoso do que foi Absalão. Leva contigo a minha guarda pessoal e persegue-o, antes que ele se refugie nas cidades fortificadas e nos escape.» 7Com Abisai foram também os homens comandados por Joab, assim como os cretenses e os peleteus da guarda real e todos os soldados mais bem preparados. Deixaram Jerusalém e foram em perseguição de Cheba, filho de Bicri. 8Quando chegaram junto da grande pedra de Guibeon, Amassá juntou-se a eles. Joab trazia o seu equipamento militar, com um cinturão, do qual pendia uma espada embainhada. Quando Joab se aproximou de Amassá, a espada caiu-lhe. 9Joab perguntou a Amassá: «Como é que vais, meu irmão?» E com a mão direita agarrou a barba de Amassá como para o abraçar. 10Amassá, porém, não reparou na espada que Joab tinha na mão esquerda. E Joab espetou-lha na barriga. Os intestinos de Amassá espalharam-se por terra e morreu, sem que Joab precisasse de lhe dar um segundo golpe. Em seguida, Joab e o seu irmão Abisai, continuaram em perseguição de Cheba, filho de Bicri. 11Um dos soldados de Joab tinha ficado junto do corpo de Amassá e dizia: «Quem for partidário de Joab e de David, siga Joab!» 12Amassá continuava entretanto estendido no meio do caminho, coberto de sangue, e todos quantos passavam paravam para ver. Perante isto, o soldado puxou o cadáver para fora do caminho e cobriu-o com um pano. 13Uma vez retirado o cadáver do caminho, os soldados de Joab continuaram em perseguição de Cheba, filho de Bicri, seguindo atrás de Joab. 14Joab atravessou todas as tribos de Israel e chegou à cidade de Abel-Bet-Macá, e todos os beritas se reuniram para se unirem a ele. 15Cheba tinha-se refugiado nesta cidade e Joab e os seus soldados puseram-lhe cerco. Construíram uma rampa de terra até à altura da muralha e começaram a tentar destruir a muralha. 16Nisto ouviu-se a voz de uma mulher, que era tida por sábia: «Ouçam! Ouçam! Peçam a Joab que venha cá, porque tenho algo a dizer-lhe.» 17Joab foi ter com ela e ela perguntou-lhe: «És tu Joab?» «Sou» — respondeu ele. E ela acrescentou: «Ouve bem o que tenho para te dizer.» «Estou a ouvir» — respondeu-lhe ele. 18E a mulher continuou: «Antigamente, costumava dizer-se: “Proceda-se a uma consulta em Abel e a questão será resolvida!” 19A nossa cidade é uma das principais em Israel, e das mais pacíficas e fiéis. Por que queres destruir aquilo que pertence ao SENHOR?» 20Joab respondeu: «De modo algum! Não venho arruinar nem destruir coisa alguma. 21Apenas procuro um homem da região montanhosa de Efraim, chamado Cheba, filho de Bicri, que se revoltou contra o rei David. Se vocês mo entregarem, eu levantarei o cerco.» «Está bem» — disse a mulher, «nós vamos lançar a sua cabeça por cima do muro.» 22A mulher foi ter com o povo da cidade e convenceu-os com a sua esperteza. Cortaram a cabeça de Cheba e lançaram-na para Joab. Este mandou tocar a trombeta e os soldados levantaram o cerco, indo cada um para sua casa. E Joab voltou para junto do rei, em Jerusalém. 23Joab era o chefe militar das tropas de Israel. Benaías, filho de Joiadá, comandava os cretenses e os peleteus. 24O responsável pelos trabalhos obrigatórios era Adoniram; Josafat, filho de Ailud, era o cronista do rei; 25Cheva era o porta-voz; Sadoc e Abiatar eram os sacerdotes; 26Ira, descendente de Jair, também era sacerdote ao serviço de David.

will be added

X\