2 Samuel 11

1No ano seguinte, pela Primavera, que é a época em que os reis costumam sair para a guerra, David enviou Joab e os seus oficiais, com todo o exército israelita, para irem destruir os amonitas e cercar a cidade de Rabá. Mas David ficou em Jerusalém. 2Uma tarde, depois de se ter levantado da cama, David pôs-se a passear pelo terraço do seu palácio e avistou dali uma mulher muito bonita que estava a tomar banho. 3Mandou saber quem era essa mulher e disseram-lhe que era Betsabé, filha de Eliam e esposa de Urias, o hitita. 4David enviou mensageiros para que lha trouxessem, e ela foi; David dormiu com ela e depois ela voltou para casa. Ora Betsabé estava no tempo de purificação depois do seu período menstrual. 5Betsabé ficou grávida e mandou informar David do acontecido. 6Então David ordenou a Joab que lhe mandasse Urias, o hitita, e Joab cumpriu as ordens. 7Quando Urias apareceu diante de David, este perguntou-lhe como estavam Joab e o exército, e como iam as coisas na guerra. 8Em seguida pediu-lhe que fosse para sua casa e que descansasse um pouco. Urias saiu do palácio e o rei mandou alguém, logo atrás dele com um presente. 9Mas Urias, em vez de ir para casa, passou a noite às portas do palácio juntamente com os soldados da guarda real. 10Foram contar a David que Urias não tinha ido para sua casa, e, por isso, o rei perguntou-lhe: «Por que é que não foste para tua casa, depois da viagem que fizeste?» 11Ao que Urias respondeu: «A arca da aliança do SENHOR, os soldados de Israel e de Judá dormem debaixo de tendas. Também Joab, o meu chefe, e os seus oficiais dormem em campo aberto. Como é que eu poderia ir para minha casa, para comer e beber e para me deitar com a minha mulher? Juro pela vida do rei que nunca faria tal coisa.» 12Então David ordenou-lhe: «Fica hoje aqui e amanhã deixarei que regresses.» E Urias ficou em Jerusalém para o dia seguinte. 13Entretanto David convidou-o para comer e beber com ele e embriagou-o. À noite, Urias saiu e foi dormir com os soldados da guarda real, mas não foi para sua casa. 14Pela manhã seguinte, David escreveu uma carta a Joab e enviou-lha por Urias. 15Na carta dizia: «Coloca Urias na frente, onde o combate for mais renhido; depois deixem-no só, para que seja ferido e morra.» 16Aconteceu, pois, que Joab fazia o cerco à cidade e pôs Urias no lugar onde sabia que estavam os soldados inimigos mais valentes. 17Quando os soldados que defendiam a cidade saíram para lutar contra Joab, morreram alguns dos oficiais de David e entre os mortos encontrava-se Urias, o hitita. 18Joab enviou a David informações detalhadas sobre o combate 19e deu as seguintes instruções ao mensageiro: «Quando acabares de contar ao rei todos os pormenores do combate, 20se ele, indignado te disser: “Por que é que se aproximaram tanto da cidade para lutar? Por acaso não sabiam que eles lançam objectos do alto da muralha, 21tal como aconteceu em Tebes, quando uma mulher matou Abimelec, filho de Jerubaal, lançando-lhe da muralha uma pedra de moinho? Por que é que, então, se aproximaram tanto da muralha?” Então tu lhe dirás: “Também morreu Urias, o hitita, oficial do rei.”» 22O mensageiro partiu e contou ao rei tudo quanto Joab lhe tinha mandado. 23Ele disse ao rei: «Os inimigos saíram contra nós a lutar em campo aberto e eram mais fortes que nós, mas nós fizemo-los retroceder até à entrada da cidade. 24Mas do alto da muralha, os arqueiros dispararam as suas flechas contra as tropas do rei e morreram alguns dos oficiais, entre eles Urias, o hitita.» 25Então David respondeu ao mensageiro: «Diz a Joab que não se aflija por causa destas mortes, porque são coisas que acontecem na guerra. Ele que ataque a cidade com mais coragem até a destruir. E tu vê lá se o encorajas.» 26Ao ter conhecimento da morte do seu marido, a mulher de Urias guardou luto por ele. 27Passado o período de luto, David mandou que a fossem buscar para o seu palácio. Casou com ela e ela deu-lhe um filho. Mas o procedimento de David desagradou ao SENHOR.

will be added

X\