2 Pedro 2

1Houve antigamente falsos profetas no meio do povo judeu, tal como haverá falsos mestres no vosso meio. Estes ensinarão falsas doutrinas e renegarão o Senhor que os resgatou, mas serão levados rapidamente à perdição. 2Muitos hão-de seguir as suas devassidões e por causa deles há-de falar-se mal do Caminho da verdade. 3Esses tais, levados pela ganância, hão-de explorar-vos com ensinamentos falsos, mas desde há muito que o julgamento deles está feito e a sua perdição não tarda. 4Com efeito, Deus não poupou os anjos que pecaram e lançou-os no inferno, deixando-os presos nas trevas para o dia do juízo. 5Também não poupou aos antigos, pois mandou o dilúvio sobre esse mundo de gente má. Apenas se salvaram oito pessoas, entre as quais Noé, que ensinava uma vida de rectidão. 6Deus condenou as cidades de Sodoma e Gomorra, reduzindo-as a cinza, para servir de exemplo à gente má que viria depois. 7Mas libertou Lot, que era homem justo e se revoltava contra a vida imoral daquela gente perversa. 8Esse homem justo vivia naquele meio e todos os dias se atormentava ao ver e ouvir o mal que se fazia. 9É assim que o Senhor livra os justos da provação e guarda os injustos para o castigo do dia do juízo. 10Castigará principalmente os que se entregam aos desejos impuros do corpo e desprezam a autoridade do Senhor. Esses falsos mestres são atrevidos e arrogantes. Não têm respeito para com os poderes do Céu e até os ofendem. 11Ora nem os próprios anjos, que têm mais força e autoridade, dizem palavras ofensivas contra tais poderes diante do Senhor. 12Essas pessoas assemelham-se aos animais irracionais que vivem para serem apanhados e levados à morte. Falam mal daquilo que não compreendem. Serão destruídos da mesma maneira que os animais. 13Foram injustos e por isso terão a paga da injustiça. Encontram prazer em satisfazer as suas paixões em pleno dia. São uma vergonha e um escândalo, quando tomam parte nas vossas festas e se divertem com os seus prazeres enganadores. 14Os seus olhares são imorais e os seus apetites sensuais, insaciáveis. Seduzem as pessoas menos firmes e estão cheios de cobiça. É uma gente amaldiçoada. 15Afastaram-se do bom caminho e perderam-se. Seguiram o caminho de Balaão, filho de Beor, que quis ganhar dinheiro com a injustiça. 16Ele foi repreendido do seu pecado por uma burra que, sendo muda, falou com voz humana e fez parar a insensatez do profeta. 17Esses homens são como fontes sem água e como nuvens levadas pela tempestade. Deus reservou-lhes um lugar nas trevas mais escuras. 18Dizem palavras atrevidas e estúpidas e servem-se dos seus apetites imorais para seduzirem aqueles que pouco antes se tinham afastado dos que vivem no erro. 19Prometem-lhes a liberdade, quando eles próprios são escravos de vícios que os levam à perdição, pois todo o homem é escravo daquilo que o domina. 20Com efeito, se as pessoas escaparam das corrupções do mundo pelo conhecimento de Jesus Cristo, nosso Senhor e Salvador, e depois se deixam novamente enredar e vencer por elas, o seu estado torna-se pior que antes. 21Teria sido melhor para eles não terem conhecido o caminho da justiça do que conhecê-lo e depois afastarem-se do sagrado mandamento que lhes foi dado. 22Acontece-lhes o que diz aquele provérbio verdadeiro: “O cão voltou ao seu próprio vómito e a porca acabada de se lavar voltou a revolver-se na lama.”

will be added

X\