1 Samuel 9

1Havia um homem valoroso e forte, chamado Quis, da tribo de Benjamim. Era filho de Abiel e neto de Seror, da família de Becorat, do clã de Afia. 2Tinha um filho chamado Saul, jovem e bem parecido. Ninguém em Israel se comparava com ele, e os mais altos só lhe davam pelo ombro. 3Aconteceu que Quis, pai de Saul, perdeu umas jumentas e disse ao filho: «Toma um dos criados contigo e vai procurar os animais.» 4Atravessaram a região montanhosa de Efraim e a região de Chalichá mas não encontraram nada. Depois foram para a região de Chalim e nada encontraram. Passaram para o território de Benjamim, mas também não encontraram os animais. 5Quando chegaram à região de Suf, Saul disse ao criado: «Voltemos para casa. Temo que meu pai deixe de pensar nos animais e se comece a preocupar connosco.» 6Então o criado disse-lhe: «Espera! Há nesta cidade um homem santo e muito respeitado, porque tudo o que ele diz acontece. Vamos ter com ele pois pode muito bem acontecer que nos diga qual o caminho a seguir.» 7Saul respondeu: «Está bem! Mas que é que lhe podemos oferecer? Já não temos pão no saco e nada nos resta para lhe oferecer. E que é que nós temos?» 8O criado disse: «Tenho uma pequena moeda de prata. Posso dar-lha e ele nos indicará o caminho.» 9Outrora, em Israel, o profeta era chamado vidente e, por isso, quando alguém desejava consultar o SENHOR, dizia: «Vamos ter com o vidente.» 10Saul disse ao criado: «Boa ideia! Vamos lá!» E foram à cidade onde se encontrava o homem de Deus. 11Ao subirem a encosta para a cidade, encontraram umas raparigas que iam buscar água e perguntaram-lhes: «O vidente está na cidade?» 12Elas responderam: «Sim, está mesmo ali adiante! Vão depressa! Ele veio hoje à cidade, porque o povo vai oferecer um sacrifício público no altar que está lá em cima no monte. 13Logo que chegarem à cidade podem encontrá-lo, antes que ele suba para começar o banquete do sacrifício. O povo não pode começar a comer antes de ele chegar, porque é ele quem vai abençoar o sacrifício. Só depois é que os convidados podem começar a comer. Vão já para cima, porque agora encontram-no pela certa.» 14Eles subiram à cidade e, quando estavam a entrar, viram Samuel, que saía na sua direcção para ir sacrificar ao cimo do monte. 15Ora, no dia anterior, o SENHOR tinha avisado Samuel da vinda de Saul: 16«Amanhã, por esta hora, vou enviar-te um homem da tribo de Benjamim. Deves consagrá-lo, para ficar a ser o chefe do meu povo de Israel. Ele é que vai libertar o meu povo do perigo dos filisteus. Eu vi o sofrimento do meu povo e ouvi as suas súplicas.» 17Quando Samuel viu Saul, o SENHOR disse-lhe: «É este o homem de quem te falei e que há-de governar o meu povo.» 18Saul aproximou-se de Samuel, já perto da porta, e disse-lhe: «Por favor, onde é que mora o vidente?» 19Samuel respondeu-lhe: «Sou eu o vidente. Acompanha-me ao lugar do sacrifício. Venham hoje tomar parte comigo no banquete do sacrifício e amanhã responderei a todas as vossas questões; depois seguirão o vosso caminho. 20Quanto aos animais que se perderam há três dias, não te preocupes, porque já foram encontrados. Mas quem é aquele que o povo de Israel mais procura? Porventura não és tu e a família do teu pai?» 21Saul respondeu-lhe: «Mas eu pertenço à tribo de Benjamim, a mais pequena de Israel, e a minha família é a menos importante da tribo. Por que é que tu me falas então dessa maneira?» 22Depois Samuel levou Saul e o criado para a sala grande e colocou-os nos lugares principais, à frente dos convidados, que eram cerca de trinta. 23Samuel disse ao cozinheiro: «Traz o pedaço de carne que eu te dei e que te disse para pores de lado.» 24O cozinheiro trouxe o pedaço da perna de carneiro e colocou-o diante de Saul. Samuel disse a Saul: «Este é o bocado de carne que foi reservado para ti. Come-o! Guardei-o para tu o comeres nesta ocasião com o povo que eu convidei.» Saul comeu com Samuel naquele dia. 25Depois desceram do lugar do sacrifício para a cidade e Samuel continuou ainda a conversar com Saul no terraço. 26Acordaram cedo, ao romper do dia, e Samuel chamou Saul, que estava no terraço: «Levanta-te, que eu vou indicar-te o caminho.» Saul levantou-se, e os dois saíram. 27Quando chegaram ao extremo da povoação, Samuel disse a Saul: «Manda o teu criado avançar à nossa frente.» E o criado avançou. Depois Samuel ordenou a Saul: «Tu, fica aqui comigo, porque preciso de te transmitir o que o SENHOR disse.»

will be added

X\