1 Reis 21

1Depois disto, aconteceu que um homem de Jezrael, chamado Nabot, tinha uma vinha junto do palácio de Acab, rei de Samaria. 2Acab disse um dia a Nabot: «Cede-me a tua vinha, para eu a transformar numa horta, porque está perto do meu palácio. Dou-te em troca uma vinha melhor ou, se preferires, pagar-te-ei por ela o justo valor.» 3Mas Nabot respondeu a Acab: «O SENHOR me livre de te ceder a herança dos meus antepassados.» 4Acab voltou para casa triste e irritado, por Nabot de Jezrael não lhe ter cedido o que era herança de seus antepassados. Deitou-se na cama com o rosto voltado para a parede e não quis comer nada. 5Então Jezabel, sua mulher, aproximou-se dele e perguntou-lhe: «Por que estás tão deprimido e não queres comer?» 6Acab respondeu: «Falei com Nabot de Jezrael, propondo-lhe que me vendesse a sua vinha ou, se ele preferisse, que a trocasse comigo por outra melhor, mas ele disse-me que não me cederia a vinha.» 7Então Jezabel, sua mulher, disse-lhe: «Não és tu agora o rei de Israel? Anda, vem comer e não te aflijas. Eu vou conseguir entregar-te a vinha de Nabot!» 8Ela então escreveu cartas em nome de Acab, pôs-lhes o selo real e enviou-as aos anciãos e aos magistrados da cidade em que Nabot vivia. 9As cartas diziam: «Anunciem um dia de jejum, tragam Nabot diante do povo 10e arranjem duas testemunhas falsas para o acusarem, na sua presença, e façam-nas declarar que ele amaldiçoou Deus e o rei. Depois levem-no para fora da cidade e apedrejem-no até morrer.» 11Os concidadãos de Nabot, os anciãos e os magistrados locais fizeram como Jezabel lhes tinha ordenado nas cartas que lhes enviou. 12Promulgaram um dia de jejum e puseram Nabot diante do povo; 13apareceram então as duas falsas testemunhas que, na presença de Nabot e diante do povo, depuseram contra ele, dizendo que Nabot tinha amaldiçoado Deus e o rei. Levaram-no imediatamente para fora da cidade, onde o apedrejaram até morrer. 14Mandaram logo dizer a Jezabel que Nabot tinha morrido apedrejado. 15Ao receber a notícia de que Nabot tinha sido apedrejado e tinha morrido, Jezabel disse ao rei Acab: «Vai apoderar-te da vinha que Nabot de Jezrael se tinha recusado a vender-te. Nabot já não está vivo: foi morto.» 16Ao ouvir a notícia de que Nabot estava morto, Acab foi logo para a sua vinha, para se apoderar dela. 17Então o SENHOR dirigiu-se a Elias, profeta de Tisbé, e disse-lhe: 18«Vai ter com o rei Acab de Samaria, que se encontra neste momento na vinha de Nabot, de que se vai apoderar. 19Diz-lhe que eu, o SENHOR, te mando dizer o seguinte: “Depois de assassinares Nabot ainda estás a apoderar-te da sua vinha?” Diz-lhe também isto da minha parte: “No lugar em que os cães lamberam o sangue de Nabot, lamberão também o teu!”» 20Acab exclamou, dirigindo-se a Elias: «Tu, meu inimigo, apanhaste-me de novo!» Elias respondeu-lhe: «Sim, apanhei-te, porque tu te vendeste e praticaste o mal diante do SENHOR. 21Por isso, o SENHOR te manda dizer o seguinte: “Trarei sobre ti a desgraça, exterminarei toda a tua descendência masculina em Israel, sejam escravos ou livres. 22Farei com a tua família o mesmo que fiz com a família de Jeroboão, filho de Nebat, e com a família de Bacha, filho de Aías, porque provocaste a minha ira e levaste Israel a pecar.” 23Quanto a Jezabel, o SENHOR mandou-me dizer: “Os cães devorarão o seu corpo na cidade de Jezrael, fora da muralha. 24Todos os da família de Acab que morrerem dentro da cidade serão devorados pelos cães e, os que morrerem no campo serão comidos pelos abutres.”» 25Não houve ninguém que praticasse tanto mal diante do SENHOR como Acab, incitado por sua mulher, Jezabel. 26Cometeu os mais horríveis pecados, adorando os ídolos, como faziam os amorreus, a quem o SENHOR tinha expulsado para dar lugar aos israelitas. 27Ao ouvir estas palavras, Acab rasgou, desolado, as suas vestes, pôs roupa grosseira de penitência e jejuou. Dormia com essa roupa e andava muito triste. 28Então o SENHOR disse a Elias: 29«Reparaste como Acab se humilhou diante de mim? Já que ele assim procedeu, não farei cair a desgraça sobre ele, enquanto for vivo; fá-la-ei cair, durante a vida do seu filho, sobre toda a família de Acab.»

will be added

X\