1 Reis 1

1O rei David estava já muito velho. Embora o cobrissem de roupa, ele não aquecia. 2Então os servos disseram-lhe: «Majestade, vamos procurar uma jovem solteira que fique ao seu serviço, que cuide de si e durma ao seu lado, para o aquecer.» 3Procuraram em todo o território de Israel uma jovem formosa; encontraram, em Suném, uma que se chamava Abisag e levaram-na ao rei. 4Abisag era realmente muito formosa; cuidava do rei e servia-o, mas o rei nunca teve relações com ela. 5Entretanto Adonias, filho de David e de Haguite, encheu-se de orgulho e exclamou: «O rei serei eu!» Arranjou carros de combate e cavalaria e uma escolta de cinquenta homens. 6Seu pai nunca o tinha contrariado em toda a sua vida; nunca lhe perguntou: «Por que fizeste isto?» Adonias tinha nascido depois de Absalão e era um jovem muito bem-parecido. 7Tinha feito um acordo com o general Joab, filho de Seruia, e com o sacerdote Abiatar, que se tornaram seus partidários. 8Mas nem o sacerdote Sadoc, nem Benaías, filho de Joiadá, nem o profeta Natan, nem Simei, nem Reí, nem os soldados da guarda pessoal de David apoiavam Adonias. 9Um dia Adonias ofereceu um banquete sagrado junto à Pedra de Zoelet, perto da nascente de En-Roguel. Matou ovelhas, bois e bezerros dos mais gordos e convidou para a festa todos os filhos do rei, seus irmãos, e todos os homens de Judá que estavam ao serviço do rei, 10mas não convidou o profeta Natan, nem Benaías, nem os soldados da guarda pessoal de David, nem o seu irmão Salomão. 11Então Natan foi ter com Betsabé, mãe de Salomão, e disse-lhe: «Já sabes que Adonias, o filho de Haguite, se proclamou rei, sem o conhecimento de Sua Majestade, o rei David? 12Se queres salvar a tua vida e a do teu filho Salomão, segue o meu conselho: 13vai ter com o rei David e diz-lhe: “Ó rei, meu senhor, Vossa Majestade, tinha-me jurado dizendo: ‘Salomão, teu filho, reinará depois de mim; é ele que há-de suceder-me no trono.’ Por que é então que Adonias já é rei?” 14E antes que tu acabes de falar ao rei, entrarei eu e confirmarei as tuas palavras.» 15Betsabé foi então ter com o rei aos seus aposentos, pois o rei estava muito velho e era Abisag, a sunamita, quem tomava conta dele. 16Betsabé inclinou-se respeitosamente até ao chão, diante do rei, e ele perguntou-lhe: «Que desejas?» 17Ela respondeu: «Ó rei, meu senhor, Vossa Majestade jurou-me pelo SENHOR, seu Deus, que o meu filho Salomão reinaria depois de Vossa Majestade e que seria ele a suceder-lhe no trono. 18Mas acontece que Adonias se proclamou rei, sem que Vossa Majestade saiba disso. 19Matou bois e bezerros e muitas ovelhas e convidou os filhos de Vossa Majestade; convidou também o sacerdote Abiatar e o general Joab, mas não convidou Salomão, filho e servidor de Vossa Majestade. 20Contudo, meu senhor, todo o povo de Israel aguarda, de olhos postos em Vossa Majestade, que lhes declare quem será, no trono, o sucessor de Vossa Majestade. 21Doutro modo, quando o rei, meu senhor, já não existir, tanto eu como o meu filho Salomão estaremos condenados.» 22Enquanto ela falava com o rei, chegou o profeta Natan. 23Anunciaram ao rei a sua chegada e Natan entrou, inclinou-se respeitosamente diante dele até ao chão 24e disse: «Ó rei, meu senhor! Terá Vossa Majestade declarado que Adonias se tornaria rei e iria suceder no trono a Vossa Majestade? 25É que ele hoje mandou matar bois e bezerros e muitas ovelhas e convidou os filhos de Vossa Majestade, os oficiais do exército e o sacerdote Abiatar, que estão agora a festejar com ele, gritando: “Viva o rei Adonias!” 26Contudo, não me convidou a mim, nem ao sacerdote Sadoc, nem a Benaías, filho de Joiadá, nem a Salomão, filho de Vossa Majestade. 27Será possível que o rei, meu senhor, tenha escolhido o seu sucessor, sem ter informado dessa decisão este seu servo?» 28O rei David ordenou que chamassem Betsabé. Ela entrou e ficou de pé junto do rei. 29Ele fez-lhe então o seguinte juramento: «Juro pelo SENHOR vivo, que me livrou de todas as minhas angústias! 30Hoje mesmo vou cumprir aquilo que eu te jurei pelo SENHOR, Deus de Israel, dizendo: Salomão teu filho, reinará depois de mim; é ele que subirá ao trono em meu lugar.» 31Betsabé inclinou-se, respeitosamente até ao chão, diante do rei e exclamou: «Viva para sempre o rei David, meu senhor!» 32Então o rei David mandou chamar o sacerdote Sadoc, o profeta Natan e Benaías, filho de Joiadá. Quando eles se apresentaram diante do rei, 33ele disse-lhes: «Façam-se acompanhar dos funcionários do meu reino, façam montar o meu filho Salomão na minha mula e levem-no a Guion; 34e depois de o sacerdote Sadoc e o profeta Natan o terem consagrado como rei de Israel, façam soar a trombeta e gritem: “Viva o rei Salomão!” 35Em seguida sigam-no em cortejo, para que venha sentar-se no meu trono e reine em meu lugar, pois foi a ele que eu designei como chefe de Israel e Judá.» 36Benaías, filho de Joiadá, respondeu ao rei: «Assim será feito e que o SENHOR, Deus de Vossa Majestade, o confirme! 37Do mesmo modo que o SENHOR tem estado com Vossa Majestade, assim esteja com Salomão e torne o seu reinado ainda mais próspero do que o do rei David, meu senhor.» 38Então o sacerdote Sadoc, o profeta Natan, Benaías, filho de Joiadá, e os cretenses e os peleteus da guarda real montaram Salomão na mula de David e conduziram-no até Guion. 39O sacerdote Sadoc pegou no vaso de óleo santo da tenda do encontro e consagrou com ele Salomão. Depois tocaram a trombeta e todo o povo gritou: «Viva o rei Salomão!» 40E toda a gente seguiu atrás dele a tocar flauta e a gritar de alegria. Era tal o barulho das aclamações que faziam estremecer o chão. 41Adonias e os seus convidados estavam no fim do banquete, quando ouviram o barulho. Joab, que ouviu o som da trombeta, disse: «Que alvoroço é este na cidade?» 42Enquanto ele falava, apareceu Jónatas, filho do sacerdote Abiatar. Adonias disse-lhe: «Entra porque és um homem valente e deves trazer boas notícias.» 43Jónatas respondeu: «Pelo contrário. Sua Majestade, o rei David, proclamou Salomão como rei 44e ordenou que o sacerdote Sadoc, o profeta Natan e Benaías, filho de Joiadá, bem como os cretenses e os peleteus da guarda real, acompanhassem Salomão e o fizessem montar na mula do rei. 45E o sacerdote Sadoc juntamente com o profeta Natan consagraram Salomão como rei em Guion e de lá saíram em cortejo, cheios de alegria. Por isso é que a cidade está alvoroçada e foi esse o barulho que aqui se ouviu. 46Agora, Salomão está sentado no trono real. 47Os funcionários da corte foram felicitar Sua Majestade, o rei David, e desejar que Deus desse mais prosperidade a Salomão e que os seus domínios fossem ainda maiores do que os do rei David. O próprio rei David inclinou-se na sua cama, para adorar a Deus 48e exclamou: “Bendito seja o SENHOR, Deus de Israel, que hoje pôs no meu trono um sucessor e eu vi-o com os meus próprios olhos!” 49Os convidados de Adonias ficaram cheios de medo, levantaram-se todos e foi cada um para o seu lado. 50Mas Adonias, com receio de Salomão, foi dali direito ao santuário e agarrou-se aos cantos do altar. 51Alguém foi dizer a Salomão: “Adonias está com medo de Vossa Majestade e está agarrado aos cantos do altar. Ele pede que Vossa Majestade lhe prometa, agora, que não o mandará matar.” 52Salomão respondeu: “Se ele se portar como um homem de bem, nem um só cabelo da sua cabeça será tocado; porém, se ele se portar mal, morrerá.” 53Em seguida, o rei Salomão mandou que o tirassem de cima do altar. Adonias apresentou-se e inclinou-se diante do rei, e Salomão ordenou-lhe que fosse para casa.»

will be added

X\