1 Coríntios 4

1Portanto, todos nos devem considerar como quem está ao serviço de Cristo e encarregados de anunciar os mistérios do plano de Deus. 2Ora o que se exige a uma pessoa destas é que seja fiel. 3Pouco me importa ser julgado da vossa parte ou da parte de qualquer tribunal humano. Eu nem sequer me julgo a mim mesmo. 4De facto, a consciência não me acusa de nada. Mas nem por isso me considero sem culpas. Quem me julga é o Senhor. 5Por isso não julguem antes de tempo; esperem que venha o Senhor. Ele é que há-de iluminar o que está às escuras e dará a conhecer as intenções secretas de cada um. E então cada um receberá a devida aprovação da parte de Deus. 6Foi por vossa causa, irmãos, que eu disse estas coisas a respeito de mim e de Apolo. Do nosso exemplo devem aprender a cumprir as Escrituras. Isto é, não devem deixar que o orgulho que têm por uma pessoa seja desprezo por outra. 7Quem é que te diz que és mais do que os outros? Que tens tu que não tenha sido recebido? E, se o recebeste, por que é que te orgulhas como se não tivesses recebido? 8Até acham que já têm o que precisam! Já são ricos! Tornaram-se reis sem nós! Quem dera que fosse verdade, pois nós participaríamos convosco no reino! 9Parece-me, de facto, que Deus nos colocou a nós, os apóstolos, no último lugar como se fôssemos uns condenados à morte. Somos como um espectáculo para o mundo, para os anjos e para os homens. 10Por causa de Cristo é nossa a loucura e vossa a sabedoria; é nossa a fraqueza, é vosso o poder; é vossa a honra, é nosso o desprezo. 11Até ao dia de hoje, temos sofrido fome e sede e tem-nos faltado roupa para vestir. Sofremos espancamentos e não temos morada certa. 12Cansamo-nos a trabalhar com as nossas próprias mãos. Quando outros nos falam com dureza, respondemos com doçura. Quando eles nos perseguem, sofremos com paciência. 13Quando dizem mal de nós, respondemos com bons modos. Até agora temos sido considerados como o lixo do mundo e os mais desprezíveis de todos os homens. 14Não escrevo isto para vos envergonhar, mas para vos avisar, como filhos muito queridos. 15Pois ainda que tivessem milhares de mestres na fé, não podiam ter muitos pais. Eu é que fui o vosso pai na fé em Cristo Jesus, anunciando-vos a boa nova. 16Peço-vos, portanto, que sigam o meu exemplo. 17Por isso mesmo vos envio Timóteo, meu querido e fiel filho na fé. Ele vai recordar-vos a minha maneira de viver a fé em Cristo, que eu ensino por toda a parte e em todas as igrejas. 18Alguns ficaram insolentes pensando que eu já aí não voltava. 19Mas hei-de voltar muito em breve, se Deus quiser. E então estou para ver não tanto as palavras desses insolentes, mas sobretudo se têm qualquer poder espiritual. 20É que o reino de Deus não está nas palavras, mas no poder divino. 21Que preferem? Que eu aí chegue de chicote na mão ou que vá com amor e espírito de mansidão?

will be added

X\