1 Crónicas 29

1O rei David disse em seguida a toda a assembleia: «O meu filho Salomão é o único a quem Deus escolheu, mas ele é ainda jovem e sem experiência. O trabalho que tem a fazer é importante, pois não se trata de um palácio para um homem mas de um templo para o SENHOR Deus. 2Eu esforcei-me por preparar as coisas para o templo: ouro, prata, bronze, ferro, madeira para tudo o que seja necessário. Consegui pedras de cornalina, pedras preciosas de diversas cores, pedras para mosaicos e de mármore em quantidade. 3Para além de tudo isso que preparei, vou ainda oferecer ao templo do Deus que tanto amo o ouro e a prata da minha fortuna pessoal. 4Ofereço cem toneladas de ouro finíssimo e perto de duas toneladas de boa prata para revestir as paredes do templo 5e para todos os objectos de ouro ou de prata que os artífices tenham de fazer. E agora quem é que está disposto a oferecer também com generosidade os seus donativos ao Senhor?» 6Então os chefes de famílias, os chefes das tribos de Israel, os diversos chefes militares e os administradores das propriedades reais fizeram as suas ofertas voluntárias. 7Ofereceram para as obras do templo cerca de cento e sessenta toneladas de ouro e dez mil peças de ouro, mais de trezentas toneladas de prata, cerca de seiscentas toneladas de bronze e mais de três mil toneladas de ferro. 8Os que tinham pedras preciosas também as ofereceram para o tesouro do templo, que estava ao cuidado de Jeiel, descendente de Gerson. 9Estas pessoas ofereceram generosamente estes donativos para o SENHOR e fizeram-no com alegria. O rei David ficou muito contente com tudo isto. 10Então David fez esta oração de louvor ao SENHOR, diante de toda a assembleia: «Louvado sejas para sempre, SENHOR, Deus do nosso pai Israel. 11Tu tens grandeza, poder, glória, honra e majestade! Tudo o que há no céu e na terra te pertencem. Tu és o SENHOR de tudo o que existe. Tu és o soberano que está acima de todas as coisas. 12É de ti que vêm as riquezas e o poder. És tu que tudo governas e tendo a força e o poder podes dar aos outros força e grandeza. 13Por isso, ó SENHOR, nosso Deus, nós te louvamos e celebramos a tua majestade. 14Quem sou eu e quem é o meu povo, para te podermos oferecer todas estas coisas? Pois é de ti que tudo vem e nada te poderíamos oferecer, se não nos viesse das tuas mãos. 15Diante de ti, SENHOR, nós somos como estrangeiros, exilados, tal como os nossos antepassados. Os nossos dias sobre a terra passam como uma sombra, sem esperança. 16Ó SENHOR, nosso Deus, toda esta riqueza que preparámos para construir o teu templo vem das tuas mãos e a ti pertence. 17Eu sei que tu examinas as consciências e que aprecias a sinceridade. Ora é com toda a sinceridade que eu te ofereço espontaneamente tudo isto e é com alegria que eu vejo agora o teu povo aqui reunido a apresentar-te voluntariamente as suas ofertas. 18Ó SENHOR, Deus de nossos antepassados Abraão, Isaac e Israel, conserva sempre no coração desta gente estas disposições e sentimentos e encaminha sempre o teu povo para ti. 19Dá ao meu filho Salomão um coração íntegro, para observar os teus mandamentos, os teus preceitos e as tuas leis. Que ele cumpra tudo isso e que possa construir o templo para o qual eu fiz todos estes preparativos.» 20David disse ainda a toda a assembleia: «Louvem o SENHOR, vosso Deus.» E todos louvaram o SENHOR, Deus dos seus antepassados, inclinando-se em honra do SENHOR e do rei. 21No dia seguinte, ofereceram ao SENHOR sacrifícios e holocaustos. Ofereceram-lhe mil bezerros, mil carneiros e mil cordeiros, com as respectivas ofertas de vinho. Foram sacrifícios em abundância por todo o povo de Israel. 22Naquele dia, comeram e beberam com grande alegria diante do SENHOR. E, pela segunda vez, proclamaram Salomão, filho de David, como rei. Consagraram-no como seu chefe e consagraram Sadoc como sumo sacerdote. 23Desta forma, Salomão sucedeu a David, seu pai, no trono que o SENHOR tinha estabelecido. Teve um reinado feliz e todo o povo de Israel lhe obedeceu. 24Todos os chefes e soldados e mesmo os outros filhos do rei David prometeram lealdade ao rei Salomão. 25O SENHOR engrandeceu Salomão aos olhos de todo o povo de Israel. Concedeu ao seu reinado um prestígio muito maior que o de qualquer outro rei, que tivesse reinado anteriormente em Israel. 26David, filho de Jessé, foi rei de todo o povo de Israel. 27Reinou durante quarenta anos, sete em Hebron e trinta e três em Jerusalém. 28Faleceu após uma velhice feliz, cheio de riquezas e de glória e sucedeu-lhe seu filho Salomão. 29A história do rei David, desde o princípio até ao fim, está escrita nas Crónicas de Samuel, o vidente, nas Crónicas do profeta Natan e nas Crónicas do profeta Gad. 30Aí se conta o que foi o seu reinado, o seu poder e mesmo os acontecimentos que dizem respeito a ele pessoalmente, ao povo de Israel e aos outros países.

will be added

X\